Notícias Internacionais

Francisco na Praça de Espanha confia a Maria os oprimidos pela desconfiança

14/12/2019
Francisco na Praça de Espanha confia a Maria os oprimidos pela desconfiança

Mariangela Jaguraba - Cidade do Vaticano

O Papa Francisco deixou, o Vaticano, na tarde deste domingo (08/12), para fazer a tradicional homenagem floreal a Nossa Senhora, aos pés do monumento a ela dedicado, situado na Praça de Espanha, no centro de Roma.

Antes, porém, Francisco foi à Basílica de Santa Maria Maior para um momento de oração diante do ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani.

A Praça de Espanha estava repleta de fiéis romanos e turistas. A cidade foi representada pela prefeita, Virginia Raggi. O Papa foi acolhido pelo cardeal vigário, Angelo De Donatis.

Em sua oração, feita aos pés do monumento dedicado a Nossa Senhora, o Papa citou “a corrupção do coração que é impecável por fora, mas por dentro está cheio de más intenções e egoísmos mesquinhos”. Deu graças a Deus por ter-nos dado uma mãe cheia de graça, que nos recorda a vitória de Cristo sobre o mal.

“Quanto precisamos ser libertados da corrupção do coração, que é o perigo mais grave! Isso nos parece impossível, estamos tão acostumados, e em vez disso está ao nosso alcance. Basta olhar para o teu sorriso de mãe, para a tua beleza incontaminada, sentir novamente que não fomos feitos para o mal, mas para o bem, para o amor, para Deus!”

Cristo ressuscitado “quebra as correntes do mal, liberta dos vícios mais implacáveis, dissolve os laços mais criminosos e amolece os corações mais endurecidos. E se isso acontece dentro das pessoas, como a face da cidade muda! Nos pequenos gestos e nas grandes escolhas, os círculos viciosos tornam-se virtuosos pouco a pouco, a qualidade de vida torna-se melhor e o clima social mais respirável”, disse o Papa referindo-se à cidade de Roma.

A estátua de Nossa Senhora é obra do escultor Giuseppe Obici, que se encontra no alto de um obelisco, projetado pelo arquiteto Luigi Poletti. O monumento foi inaugurado em 8 de dezembro de 1857.

https://www.vaticannews.va/