O domingo, 16, foi alegre e movimentado em Paranaguá, quando muitos ônibus vindos da capital, trouxeram centenas de romeiros à Igreja de Nossa Senhora do Rocio. A peregrinação até o Santuário da Padroeira do Paraná, é feito anualmente pelo “Movimento das Capelinhas e “Apostolado da Oração” da arquidiocese de Curitiba.

Na missa de acolhida, às 9 horas, o reitor Padre Dirson, falou da importância do local, onde, segundo a tradição e documentos históricos, foi encontrada a imagem de Nossa Senhora: “Estar aqui é como pisar em solo sagrado. Foi neste lugar que aconteceu a manifestação divina de Maria ao povo inteiro. A devoção permanece a aumenta há 364 anos, inteiramente reconhecida, não apenas pela lei civil que a declara Padroeira do Paraná, mas pela direção de toda a Igreja Católica”, e acrescentou, “Nós queremos a cada ano, melhorar a estrutura e as condições para atender todas romarias que vierem a este Santuário e em todos os domingos”.

Falando da solenidade da Santíssima Trindade, o Sacerdote lembrou, na sua homilia, que, de todos os Santos, Santa Maria, chamada de Nossa Senhora, que tem a mais perfeita ligação com o mistério da Trindade. “Obediente a Deus Pai, gerou o Seu Filho, na ação do Espírito Santo, “por isso é amada e venerada em todos os lugares e por todos os povos”, completou Padre Dirson.

Muitos romeiros testemunham graças alcançadas. Parte dos visitantes veio pela primeira vez, outros acompanham anualmente. Antônio de Pádua, um dos romeiros, perguntou a uma voluntária se a procissão era até a igreja matriz, pois ouviu dizer que é muito linda. A voluntária explicou a ele a grande “Procissão dos Milagres” é feita apenas no dia da Padroeira, 15 de novembro. “Então, vou dar um jeito de voltar ainda este ano” afirmou o devoto.

As romarias devem ser agendadas na secretaria durante toda a semana, no horário comercial. O atendimento, é preparado de forma especial pela pastoral do turismo, da acolhida e pela equipe de funcionários e voluntários. Os romeiros são recebidos com um animado café da manhã, depois vão para a missa de acolhida, a procissão da imagem de Nossa Senhora do Rocio, acompanhada pelo manto com os nomes dos devotos, um almoço e, na parte da tarde, fazem passeios de barco e no centro histórico da cidade. Antes da despedida, um Missionário Redentorista os recebe em frente a gruta para uma oração e benção.


Serviço:
Agendamento de Romarias
3os. Domingos de cada mês
Secretaria do Santuário do Rocio
3423-2020 – 98730-6701
www.facebook.com/ns.dorocio


Leia também